segunda-feira, 19 de março de 2012

O ator George Clooney fala da importância do trabalho cristão na crise humanitária no Sudão

O ator George Clooney, conhecido pelos filmes da série “Onze Homens e um Segredo”, e que foi indicado ao Oscar de melhor ator este ano, está usando sua fama para denunciar recentes abusos de direitos humanos no Sudão, no continente africano.
Clooney voltou de uma viagem ao Sudão esta semana para documentar os casos de ataques com bombas, aldeias incendiadas e os assassinatos étnicos, incluindo uma população cristã, contra as pessoas que vivem perto da fronteira do Sul do Sudão. Ele ressalta a importância do trabalho de grupos humanitários cristãos na prestação de cura e alívio das crises no país. O ator está incentivando os legisladores no Capitólio (centro legislativo dos Estados Unidos) para aumentar a pressão sobre o norte, predominantemente muçulmano, para acabar com o que ele chama de ”crimes de guerra”. Em uma entrevista à CBN News, Clooney disse que os ministérios cristãos desempenham um papel fundamental em ajudar aqueles que sofrem. “Eles lideram o trabalho um monte de vezes aqui”, disse o ator. ”Quando estávamos em Darfur, muitas pessoas de fé trabalhavam rmuito duro para isso”. “Então, de certa forma eu estou tentando honrar de qualquer forma que eu posso no trabalho duro que eles fazem, porque eu sou um grande fã de todo o trabalho que está sendo feito”, acrescentou. ”E as pessoas realmente colocacam seus corações e almas nele”. Clooney se reunirá quinta-feira com o presidente Obama e a secretária de Estado Hillary Clinton para discutir a atual crise humanitária no Sudão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente!